Você diz que ama a chuva, mas você abre seu guarda-chuva quando chove.

Você diz que ama o sol, mas você procura um ponto de sombra quando o sol brilha.

Você diz que ama o vento, mas você fecha as janelas quando o vento sopra.

É por isso que eu tenho medo. Você também diz que me ama.

( William Shakespeare )

(Source: stupiddd-heart)

Se você sabe o que é isso:


Ou isso:

Sinto dizer mas você (Assim como eu) está ficando velho(a). 

D;

(Source: megustaanimes)

Meu dia dos namorados vai ser perfeito:

Primeiro eu vou assistir um filme super romântico comigo mesmo.

image

Depois eu vou dividir um pote de sorvete comigo mesmo.

image

Vou comprar o presente mais foda de toda a história do dia dos namorados pra mim.

image

Vou escrever uma carta muito linda dizendo o quanto eu me amo.

image

E por último vou lembrar que eu não preciso de um namorado , porque eu já tenho à mim.

image

Vai ser perfeito!

(Source: completelyunreal)

 
 

Boy I’m just playing

Come here baby

Hope you still like me

If you hate me


My persuasion

Can build a nation

Endless power

The love we can devour


You’ll do anything for me


 Who run this motha?

GIRLS!


(Source: pitchblackglow)


Ele: Você tá com ciumes?
Ela: Eu ? Não.
Ele: Então me dá um abraço.
Ela: Eu não, pede pra outra lá te dar.
¬¬

Ele: Você tá com ciumes?

Ela: Eu ? Não.

Ele: Então me dá um abraço.

Ela: Eu não, pede pra outra lá te dar.

¬¬

(Source: s-hortofsome)


Paquerar é bom, mas chega uma hora que cansa! Cansa na hora que você percebe que ter 10 pessoas ao mesmo tempo é o mesmo que não ter nenhuma, e ter apenas uma, é o mesmo que possuir 10 ao mesmo tempo.

Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca na sua vida?

Luis Fernando Veríssimo, seu lindo.

A Carta que não foi mandada

Dar é dar.
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete.
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca…
Te chama de nomes que eu não escreveria…
Não te vira com delicadeza…
Não sente vergonha de ritmos animais. Dar é bom.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar sem querer casar….
Sem querer apresentar pra mãe…
Sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral…
Te amolece o gingado…
Te molha o instinto.
Sentir aqueles odores do outro, os fluídos…
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de
amanhã.
Tem pessoas que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar
ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te
abduzir.
É não ter alguém pra querer casar, para apresentar para os outros e se orgulhar, pra dar o
primeiro abraço de Ano Novo e pra falar: “Qui que cê acha amor?”.
É não ter companhia garantida para viajar e falar besteiras…
É não ter para quem ligar quando recebe uma boa notícia.
Dar é não querer dormir encaixadinho… de conchinha.
É não ter alguém para ouvir seus dengos…
Mas dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão.
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você
flutuar.
Experimente ser amado…
Experimente ser cuidado…
Experimente estar com que topa tudo por você…
E tope tudo com ela…

“A vida é a arte de tirar conclusões suficientes de dados insuficientes”

Luis Fernando Veríssimo

oi?

yeahstupidgirl:

kkkkkkkkkkkkkkk